494606121430923Turismo sustentável & consciente – Mônica Barguil – Viajar é fundamental

Turismo sustentável & consciente

Quem tem medo de gafe?
dezembro 2, 2019
Os 7 passos para viajar mais com menos
dezembro 2, 2019

Qual o impacto ambiental que nossa viagem pode causar?
Vamos refletir não apenas sobre a natureza, mas também sobre a comunidade que deixamos nossa pegada. No texto a seguir confira as sete maneiras de deixar um rastro sustentável por onde passamos:
1. Estamos colaborando com o pequeno empreendedor? Devemos pensar em comprar as lembranças (presentes para amigos e família) do pequeno artesão ou da cooperativa ou ainda da ONG que trabalha com mulheres de baixa renda, por exemplo. O impacto econômico que você tem na comunidade local pode ser bem maior do que imagina.
2. O turismo pode ser tanto causa como solução para o esgotamento dos recursos naturais depende do que você faz com aquilo que te é apresentado no país. Se você economiza água quando toma banho (lá ou cá) já está ajudando, se utiliza apenas uma toalha no hotel também, pequenas mudanças podem causar grandes impactos. Turismo sustentável é nosso destino.
3. Leve uma sacola reutilizável. Não somente porque vai economizar no mercado já que em quase todos os lugares eles cobram a sacola plástica nos mercados, mas principalmente porque é mais econômico do ponto de vista do meio ambiente e, economiza espaço na sua mala.
4. Coloque uma garrafinha de plástico (sim é isso mesmo) na bolsa de mão para água, ela é não detectável no raio x (vazia) e vai te ajudar a manter-se hidratado durante o voo e os passeios. Como a água é potável na maioria dos destinos, você só precisa encher antes de sair. Se for o caso compre uma de 5 litros e deixe no hotel.
5. Evite andar de camelo, dromedário, burro ou elefante nos sítios arqueológicos. Em geral esses animais são maltratados e não comem bem. Há diversas opções sustentáveis caso você queira contato com bichinhos. Na Tailândia, por exemplo, tem um centro de reabilitação para elefantes resgatados: https://www.elephantnaturepark.org/
6. Contrate guias locais que tenham especialização naquilo que você procura. Quando eu fui ao Egito procurei um egiptólogo que tivesse nascido lá e morasse na comunidade. Eu precisava de um conhecedor em mitologia egípcia (para o livro que estava escrevendo) e ajudaria alguém que tinha esposa e filhos para sustentar naquele local que eu visitei. Novamente: o impacto que causamos pode ser maior e melhor do que podemos imaginar.
7. Evite as grandes cadeias de fastfood e procure restaurantes de comida típica onde os locais comem. Você vai se alimentar melhor, economizar (já que é bem mais em conta) e de quebra ajudar uma família no seu pequeno negócio. Do mesmo modo, vá a supermercados e feiras de rua, se tiver. O preço é melhor e você colaborará com a economia local.

Conversamos sobre 7 maneiras de fazer um turismo sustentável, se tiver mais alguma dica preenche o formulário falando sobre sua experiência. Ótima viagem!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *